Menu

Categorias

TEODORO E SAMPAIO

01 NOV 2016
01 de Novembro de 2016
Aldair Teodoro da Silva (Teodoro), nasceu em 18 de junho de 1943 em Santo Antônio da Platina/PR. Filho de Lázaro e Francisca. Iniciou sua carreira quando ainda pequeno, fez dupla com seu pai cantando modas de Tonico e Tinoco, Zé Carreiro e Carreirinho, Zilo e Zalo. Dair, como era chamado, pedia insistentemente ao pai um cavaquinho de presente. E assim fez seu Lázaro; presenteou Dair com o cavaquinho, que logo deu início e marcou a carreira artística de Teodoro.
De família muito simples, Teodoro sempre cantava nas inúmeras festas que aconteciam na fazenda em que morava. Aos 18 anos, já tinha claro na cabeça e firme no coração o desejo de ser cantor de música sertaneja, além é claro de todo o apoio que recebia de seu pai - seu grande professor.
Assim, com o sonho de ser cantor profissional, Teodoro fez grandes parcerias com Luiz Gonzaga, que não é o rei do baião; Zé da Praia, Zé Tapera com quem fez muito sucesso, e Paraná, da dupla Chico Rey e Paraná, que até chegou a cantar como Sampaio. O jovem cantor se destacou tanto pelo seu domínio da música quanto da visão empreendedora da dupla. Teodoro, ao longo de sua carreira, cantou e começou a disseminar seu sucesso nos circos, apresentou programa de rádio e atualmente apresenta o “Amigos do Teodoro e Sampaio” ao lado seu filho Marcello Teodoro.
Desde então a história pessoal de Dair, se converge com sua história profissional, ele é precursor do modelo de empreendedorismo da música sertaneja, criou um novo sistema de gerenciamento de carreira e de negócios musicais. A música sempre esteve presente desde os cafezais até os grandes palcos. Parceiro com grandes músicos, Teodoro hoje é referência na música sertaneja, além de contribuir diretamente com a cultura e valorizar a vida simples.
Antes de pegar no primeiro violão, Teodoro pegou na enxada, na foice, no facão, na trilhadeira. Quando passou a viver o sonho de seu pai, de ser artista de voz e viola, tornou-se, para a família, símbolo de superação. Ele representa também o triunfo do povo sertanejo, na sua ousadia de sonhar, mudar e mudar-se, persistir e empreender, trabalhar alegrando-se, vencer cooperando.
Gentil Aparecido da Silva (Sampaio), nasceu em 1950 em Uraí/PR. Também deixou a família e a roça em busca do sonho de ser cantor de música sertaneja e com isso fez dupla com Genival, Cabral, Peão Carreiro, e com Teodoro não foi diferente a parceira.
Por volta dos dez anos, Gentil já saía fugido dos seus pais para cantar com os tios nas festas dos sítios e nas cidades em volta Uraí e Cornélio Procópio. Aos 14 anos, saiu da roça para tentar fazer carreira na música e cerca de dez anos depois, já morando em São Paulo, trabalhou duro na profissão de metalúrgico. Nos fins de semana, Gentil ia para a Rádio Nacional para se aproximar das duplas e também frequentava as festinhas que as duplas anunciavam pelo rádio.
Foi em 1980 que os dois se encontraram e formaram a dupla Teodoro e Sampaio. 
Em 1981, gravaram o primeiro compacto simples pela PAN com uma música instrumental “Matogrossense” (Zezinha) e “Desbravador do Sertão” (João Gonçalves e Teodoro). Através da gravadora RCA lançaram o primeiro LP com o título “Nos Braços do Mundo”, iniciando esta longa jornada de sucesso. 
Desde a sua formação, Teodoro e Sampaio se mantém nas paradas de sucesso das rádios, sempre apresentando novidades para seu público, porém sem perder as principais características: a alegria, o romantismo e a descontração.
Devido ao reconhecimento e ao grande carinho do público, Teodoro e Sampaio já participaram de programas com abrangência nacional como Domingão do Faustão, Domingo Legal, Programa do Jô, Programa Raul Gil, Domingo Show, Domingo Espetacular, entre outros, em entrevistas exclusivas e especiais musicais. Em média, realizam 200 shows por ano, contando sempre com presença de público em massa. Atualmente, são mais de 1,5 milhão de espectadores anuais.
Após o reconhecimento nacional, Teodoro e Sampaio começaram a conquistar espaço no mercado fonográfico internacional realizando, em 2003, sua primeira turnê pelos Estados Unidos. Dois anos depois, retornaram ao país e receberam convites para se apresentar também em países da América Latina, no Japão e na Europa.
A sonoridade da dupla agrada a qualquer tipo de público, não importa se jovem, adulto, criança ou idoso. Teodoro e Sampaio são campeões de vendas, seus trabalhos renderam milhares de cópias, destaca-se o grande sucesso em 1984 que despontou da dupla para o Brasil "Vestido de Seda", que já vendeu mais de 500 mil cópias, logo em seguida veio “Paixão Proibida”, que vendeu mais de 700 mil cópias. O disco duplo "Mulher Chorona" representa o recorde de vendas e até hoje é sucesso absoluto com mais de 1 milhão de cópias vendidas.

Texto - Sandra Cristina Peripato
www.recantocaipira.com.br
Voltar

Tenha você também a sua rádio